Como perder peso através da manutenção de níveis saudáveis de açúcar no sangue

Se você está tentando emagrecer, experimente fazer por etapas, a um ritmo de cerca de no máximo 2 kg por mês. “É como um elástico. Se puxá-lo repentinamente, ele volta rapidamente ao ponto original. Se puxá-lo devagar e o mantiver assim por algum tempo, a distensão tornará o seu retorno menor. Uma das teorias é que, ao perder alguns quilos de forma mais lenta, o nível de leptina se mantém tão elevado quanto possível e, assim, o emagrecimento se torna mais eficaz”, explica o professor de endocrinologia da Faculdade de Medicina da PUC-RS Giuseppe Repetto. Ou seja, no final, perder peso de forma lenta é hoje a maneira mais rápida de emagrecer e de se manter no peso.

O FISCAL DOS DOCES  – Insulina

A insulina é produzida pelo pâncreas para reduzir o nível de glicose no sangue. Assim, quando um batalhão de açúcar invade a sua corrente sanguínea, após ingerir uma guloseima, por exemplo, a insulina entra em cena como o policial que vai capturar esses marginais e pôr ordem no local. O que não puder ser despachado para os músculos e para o fígado para ser transformado em energia (glicogênio), ou aproveitado pelo corpo, é aprisionado na forma de gordura. E, uma vez que a insulina está presente, dificilmente ela liberará esse estoque para ser convertido em energia. Segundo Rodrigo Hohl, especialista em biologia funcional e molecular e pesquisador do Laboratório de Bioquímica do Exercício (Labex) da Unicamp, o gerenciamento desse hormônio é uma das formas mais eficazes de perder peso. “Quanto mais o seu corpo produzir insulina, mais o seu organismo ficará resistente a emagrecer”, afirma. E qual a melhor maneira de controlar a insulina? Não é difícil adivinhar: cortar a ingestão de açúcar e alimentos processados.

O que comer?
Alimentos de baixo índice glicêmico (IG) ajudam a reduzir a produção de insulina. “Carboidratos, mais do que qualquer outro nutriente, estimulam o pâncreas a produzir insulina. Os de liberação lenta, de baixo índice glicêmico, são absorvidos gradativamente pelo organismo, assim o pâncreas não trabalha tão arduamente e menos insulina é produzida”, explica a nutricionista esportiva e biotecnóloga Priscila Machado, especialista em bioquímica nutricional, do Rio de Janeiro. Alguns carboidratos de baixo IG são: aveia, pão integral, leite, macarrão, legumes e a maioria dos vegetais.

O que fazer?
Exercícios consumidores de gordura, como os treinos intervalados — aqueles de séries em altíssima intensidade e curta duração, como os tiros na corrida —, também reduzem a produção de insulina. “Quando você se exercita, a glicose é removida da corrente sanguínea para ser absorvida pelas células dos músculos e ser usada na produção de energia, reduzindo a necessidade do pâncreas de produzir mais insulina”, diz Hohl.

Glucagon – A função deste hormonio é elevar o nível de açúcar no sangue quando ele está baixo. Você sabe que o seu corpo estoca o excesso de calorias na forma de gordura, como se isso fosse um pacote de emergência de pirulitos caso estivesse presa em uma caverna na neve ou no meio da Floresta Amazônica. É difícil eliminar os pirulitos (a reserva de gordura) porque, quando o corpo se exercita, ele usa primeiro a glicose (açúcar) no sangue como fonte de energia antes de queimar a gordura armazenada. Mas, quando você consegue acabar com a glicose no sangue, o hormônio “baleiro”, o glucagon, libera a gordura que alimenta os seus pneus, transformando-a em glicose para ser usada como energia.

O que fazer?

A nutricionista Priscila Machado diz que uma das melhores formas de explorar o poder queimador do glucagon é se exercitar logo cedo, quando há menos glicose no sangue. “Você não queimará mais calorias no total, mas irá queimar uma porcentagem maior de gordura, usada como energia, do que se fizesse o mesmo exercício depois do café da manhã”, afirma. A ressalva, porém, é que o exercício seja sempre em uma intensidade leve, nunca ultrapassando 65% da frequência cardíaca máxima. “Acima disso, a captação de gordura não conseguirá suprir o corpo de energia com a velocidade necessária e o indivíduo sofrerá uma hipoglicemia e degradação muscular. É interessante treinar com o monitor cardíaco para vigiar esse limite”, orienta a nutricionista, que também desaconselha esse treino mais de duas vezes por semana.

Michele Bridges, treinadora do reality show The Biggest Loser, sucesso na TV americana, também indica o treinamento de estômago quase vazio. “Se eu for comer algo antes do treino, opto por algo leve, com pouca gordura e não ácido. Ovos e suco de laranja, portanto, estão fora. Prefiro algum carboidrato de fácil digestão, como uma banana pequena”, afirma. Isso também não deve ser feito com frequência, ok?

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Seja mais ativo. Você não precisa se matricular em uma academia, se este não é seu estilo, porém tente caminhar mais vezes, utilizar as escadas do prédio e sair mais de casa, ao invés de ficar parado em frente à TV ou computador.

 

*****************************************************************************************************

Abaixo 2 produtos 100% naturais da 4Life que ajudam a impedir a absorção de açucar pelo seu organismo e cuidar do seu sistema imunológico.

Os produtos não são vendidos no Brasil. Ao clicar em COMPRAR, você será redirecionado para minha loja virtual. Dentro da loja, no topo a direita, você deve trocar a bandeira para o país onde você vive para saber se os produtos abaixo estão disponíveis em seu país.

O TRANSFER FACTOR GLUCOACH é indicado para quem já está com o nível de açucar elevado, além de ajudar a manter níveis saudáveis do açucar no sangue, ele contém também os FATORES DE TRANSFERÊNCIA, considerado uma das maiores descobertas em medicina alternativa dos últimos tempos. São moléculas extraídas do colostro bovino e da gema do ovo  que trabalham diretamente em seu sistema imunológico, mantendo-o protegido contra ameaças externas: Vírus, infecções e bactérias. Leia mais sobre os FATORES DE TRANSFERÊNCIA clicando AQUI

 

glucoach$ 54.95(120 cápsulas)

Objetivando Boa Saúde através do equilibrio da glicose no sangue

A manutenção de níveis saudáveis de glicose (açúcar) é um componente importante da saúde pancreática e, ainda mais importante, é um fator de boa saúde para milhões de pessoas ao redor do mundo. Desordens metabólicas e endócrinas impedem que seu organismo produza, ou utilize adequadamente a insulina que é um hormônio imprescindível na conversão do açúcar, do amido e de outros nutrientes na energia necessária à vida diária.

4Life®Transfer Factor®GluCoach™ é formulado para propiciar níveis saudáveis de glicose no organismo e reforçar os sistemas metabólico e endócrino. Além da tecnologia patenteada dos Fatores de Transferência Específicos, 4Life® Transfer Factor® GluCoach™ é composto com minerais, ervas e fitonutrientes que têm sido clinicamente recomendados como reforço saudável à função da insulina, aumentando a tolerância à glicose e promovendo a saúde do pâncreas.

Pontos Chave

• Mantém a Função Metabólica Saudável: Pterocarpus Marsupium, Momordica Charantia (melão amargo) e Gymnema Sylvestre são bem conhecidas por sustentarem níveis de glicose equilibrados. O Pterocarpus Marsupium e a Gymnema Sylvestre também demonstraram capacidade de reforço da função saudável do pâncreas. O Melão Amargo tem sido utilizado para sustentar a tolerância à glicose e a capacidade do organismo em processar açúcares.

Ginseng e Feno-Grego são ervas que estabelecem níveis saudáveis de glicose e colesterol. Além disso, a tolerância à glicose e a função da insulina são adicionalmente incrementadas com Cromo e Vanádio.

• Mantém a Resposta Imunológica Saudável: Fatores de Transferência são moléculas minúsculas que transferem informação imunológica de um ser animal para outro. Essas “moléculas inteligentes” estimulam respostas imunológicas saudáveis, incluída a capacidade do organismo em “lembrar” ameaças à saúde ocorridas anteriormente. 4Life® Transfer Factor® GluCoach™ oferece o benefício do Fator de Transferência Específico para um excelente reforço dos sitemas metabólico e endócrino.

• Estimula um Reforço Antioxidante: O Ácido Alfa Lipóico (AAL) é aplicado como um importante antioxidante para as estruturas e sistemas metabólicos. Age tanto para uma função adequada da insulina, quanto para níveis saudáveis de açúcar no sangue.

Você Sabia?

Segundo informa a American Diabetes Association, há cerca de 18,2 milhões de diabéticos nos Estados Unidos, sendo que 13 milhões têm diagnóstico confirmado e 5,2 milhões desconhecem que padecem desse terrível mal, que entre os americanos foi a sexta causa de morte no ano 2000.

Os diabetes se dividem em dois subgrupos principais: Tipo1 e Tipo2. No Tipo1, o problema do nível de açúcar no sangue é causado pela resposta autoimune por insuficiência de insulina. No Tipo2 a causa é a resistência à insulina ou à insuficiência dela. A insuficiência é decorrente do mau funcionamento das células que produzem insulina no pâncreas. A resistência não depende da produção de insulina, mas sim da sua ação nas células do organismo que lhes opõe resistência, provocando o aumento excessivo dos níveis de açúcar no sangue.

Conheça também GURMAR indicado para quem está com o nível de aúcar normal, gosta muito de doces e quer manter um nível saudável de açúcar no sangue.

Gurmar

GURMAR – LINHA VERDE(NÃO CONTÉM FATORES DE TRANSFERÊNCIA)

$ 17.45(90 cápsulas)

Gurmar (Gymnema sylvestre) é uma erva que diminui a absorção de açúcar na corrente sanguínea e diminui a conversão de açúcar em gordura. Esta ação ajuda a estabilizar e equilibrar os níveis de glicose de apoio saudável do sistema endócrino. Gurmar propociona equilibrada e saudável níveis de glicose. Este produto pode ser parte de qualquer programa de controlo de peso.

 

CONFIANÇA – Os produtos 4Life são 100% naturais e estão listados no PDR – PhysiciansDesk Reference, o livro de cabeceira dos médicos nos Estados Unidos, ou seja, para estar neste livro, além de passar por vários estudos científicos, o produto tem que fazer o que diz que faz.

pdr2014portuguesO vídeo abaixo está em espanhol e fala um pouco mais do TRANSFER FACTOR GLUCOACH

 

 

Comments

comments

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.